sábado, 5 de julho de 2014

Magi - Lybirinth of Magic

Magi - Labyrinth of Magic

Acabo de ler todos os capítulos lançados desse mangá e apesar dele não ter nada a ver com Mori, achei que valeria a pena colocar aqui uma indicação!

Sinopse (Mangafox - Traduzido por mim)

Nas profundezes dos desertos se encontram misteriosos Masmorras, vastas riquezas ali se abrem para qualquer um sortudo o bastante para encontra-las e bravo o bastante para se aventurar nessas profundezas as quais poucos retornaram. O destemido jovem aventureira Aladdin deseja achar as Masmorras e suas riquezas, mas Aladdin parece ser tão misterioso quanto os tesouros que ele procura. Junto do gênio Ugo e seu amigo, Alibaba, Aladdin sai em busca da sorte nas profundezas das intermináveis dunas.

Resenha

A primeiro momento eu acreditava que esse seria um tipo mangá shonen cheio de lutas de amigos desbravando o mundo, conseguindo os tesouros das Masmorras e coisas do genero, por tanto mesmo com o lançamento do anime eu nem cogitei em ver; depois de um tempo dei o braço a torcer devido as várias indicações e não me arrependo de te-lo feito!

A primeira coisa que me chamou a atenção foi o espirito de justiça passado pelo mangá o tempo todo por Aladdin, sendo de certa forna inocente e totalmente intolerante com a escravidão que ele conheceu. Foi nessa base que saiu uma base para a história: o ideal de um mundo onde as pessoas tenha direitos iguais.

Nesse mundo existem países onde a escravidão é permitida e em outros não, mas é interessante perceber que em ambos os tipos de países existem pessoas extremamente pobres que vivem nas periferias, que vivem em extremo caso de pobreza e que morrem de fome todos os dias; ao mesmo tempo os escravos também não estão felizes com a sua situação, até porque dificilmente eles tinham a chance de se tornarem pessoas livres uma vez que viram escravos.

O objetivo principal da série se torna essa luta a qual os faz conhecer e libertar muitas pessoas em diferentes nações e os envolve em várias guerras, misturando o presente com as marcas do passado de cada um dos personagens; isso deu abertura para mostrar que todos eles tem um lado ruim e um lado bom, que todos passaram por momentos terríveis, dos quais nem todos saíram deles como "pessoas boas".

O mangá também mostra bastante a determinação humana em atingir seus objetivos, não importa os meios, através de personagens como Sinbad e o Kou Empire (Império Kou), que conduzem suas nações em direção a expansão e alianças "a fim de proteger a sua população". Sabe aquela coisa de que o ataque é a melhor defesa? Esse tipo de Guerra é retratada e interpretada através de personagens que parecem vilões mas na verdade não são maus... e com amigos que na verdade se mostram mais obscuros do que aqueles os quais estão lutando contra.

Minha personagem preferida no momento é  Morgiana, ela é uma garota tímida, mas forte e determinada! Ela realiza muitas coisas e suporta Alibaba o tempo todo lealmente. Achava que eu não fosse gostar dela, mas até estou cogitando coloca-la na lista de cosplays, já que a roupa é bem fácil!

Morgiana, Aladdin e Alibaba

Roupas

Um outro ponto forte da série é, com certeza, as vestimentas dos personagens! A autora, Otaka Shinobu, fez questão de passar muitas refencias de roupas reais sem perder o espírito fantasioso da história. A maior parte das roupas são baseadas em diversas etnias do Oriente Médio, podendo distinguir entre Egípcios, Árabes e muitos outros; além disso pode-se perceber referencias como as chinesas no Kou Empire e alguma coisa vinda da Africa na Morgiana (apesar dela ser branca... vai entender).

Alem disso as capas são todas super cheias de detalhes que deixa a ilustração bem rica! Sem contar as armas dos Djinns que vão aparecendo, tudo bem criativo e fantasioso dentro de um limite da realidade daquele mundo.

Bem, eu espero que leiam também! Ele esta disponível aqui em inglês.

Afinal, já tem 230 capítulos, no minimo vai demorar uns dias pra vocês chegarem até o fim hsauashuasuas

Cláudia

Nenhum comentário:

Postar um comentário